Entenda o que é CRO (Conversion Rate Optimization) e melhore sua taxa de conversão

Publicado em 18 de setembro de 2020

Se você quer aumentar o potencial de vendas do seu negócio, precisa entender o que é CRO.

A sigla CRO (Conversion Rate Optmization) pode ser traduzida para otimização da taxa de conversão. Portanto, representa o conjunto de melhorias aplicadas em uma página para aumentar as conversões.

Mas, por que você deveria se preocupar com CRO?

Simplesmente porque é uma estratégia que trabalha com base no tráfego que o seu site já recebe com o objetivo de obter mais conversões e, consequentemente, aumentar a lucratividade do seu negócio.

Então, antes de aprofundar o assunto, precisamos esclarecer alguns conceitos essenciais.

O que é uma conversão?

Se você busca otimizar a quantidade de conversões que recebe, primeiramente vamos entender o que significa realizar uma conversão.

Conversão é o nome que atribuímos para qualquer ação mensurável que o usuário possa realizar no seu site, landing page ou loja virtual.

Ou seja, para considerar uma ação como conversão, é preciso medir e monitorar essas ações.

Além disso, a ação de conversão é definida de acordo com os objetivos da sua campanha de marketing. Então essa ação pode ser:

  • Clicar em um banner ou botão;
  • Realizar a assinatura da newsletter;
  • Inscrever-se em um formulário;
  • Fazer um pedido de contato ou orçamento;
  • Iniciar o teste de uma ferramenta ou software;
  • Finalizar uma compra.

Por isso, para definir qual ação de conversão é mais importante, você precisará entender qual o objetivo daquela página onde deseja aplicar as boas práticas de CRO.

O que é e como calcular a taxa de conversão:

Outro conceito importante relacionado ao CRO é a taxa de conversão, isto é, a porcentagem de usuários que realizaram uma ação de conversão sobre o total de tráfego naquela página.

Então, para calcular a taxa de conversão, dividimos o número de visitas (o tráfego) pelo número de conversões realizadas:

  • Números de visitantes: 1.000
  • Número de conversões: 25
  • Cálculo: 25/1.000 = 0,025 = 2,5% de conversão de visitantes para Leads

Caso essa taxa esteja abaixo do esperado, existe uma série de melhorias que podem ser aplicadas. A partir disso que começa o processo de otimização da taxa de conversão!

Através da análise da página e do comportamento dos usuários, é possível identificar oportunidades de otimização e aumentar os resultados.

O que é CRO?

A otimização da taxa de conversão (CRO) representa o processo prático de aumentar a porcentagem de visitantes que realizam uma determinada ação na página. É um conjunto de ações que envolve entender o comportamento dos usuários, identificar problemas que impeçam a conversão, aprimorar a experiência e os elementos da página.

Dessa forma, aplicar estratégias eficientes de CRO demandam que todas as decisões sejam tomadas com base em análise de dados. Afinal, você não gostaria de desperdiçar tempo e dinheiro realizando ajustes aleatórios, testes inconclusivos e não conseguir alcançar seu objetivo.

Por isso, o uso de ferramentas analíticas irá te ajudar a identificar quais aspectos de sua página podem ser melhorados para aumentar a taxa de conversão.

Como aplicar uma estratégia de otimização da taxa de conversão (CRO)?

Agora que você já compreendeu o que é CRO, que tal começar uma estratégia de otimização de conversão?

Primeiramente, você precisa entender quais são os fatores que possivelmente atrapalham ou dificultam a conversão. Depois, veja quais ações podem ser realizadas e como funciona o processo de CRO.

Quais problemas podem impactar na conversão?

Os pontos de atrito ou de fricção são fatores que atrapalham que um visitante execute a ação que foi determinada como conversão. A seguir, conheça alguns desses fatores:

  • A falta de clareza da oferta ou vantagem em realizar aquela ação: proposta de valor;
  • Problemas de usabilidade, ou seja, o nível de dificuldade de navegar pela página;
  • A qualificação do tráfego: a relação de interesse das pessoas que estão acessando a página com o que está sendo ofertado, bem como seu momento na jornada de compra;
  • Fatores de experiência do usuário, como a velocidade da página, acessibilidade, credibilidade e etc.

Entretanto, existem alguns elementos que não necessariamente impedem ou atrapalham a conversão, mas que podem ser melhorados.

Por exemplo, alguns experimentos de CRO revelam que a cor do botão, ou cor de fundo do formulário tiveram impacto na taxa de conversão em algumas landing pages.

Por isso, é importante testar as hipóteses para aprimorar os resultados de conversão.

Como identificar pontos de melhoria em uma página? – Analisar e coletar informações

Antes de começar a modificar os elementos na sua página, você deve encontrar esses fatores de atrito e aspectos que podem ser melhorados.

Com o auxílio de ferramentas como o Google Analytics ou o Page Speed Insights, é possível realizar uma análise completa do seu site. Então você poderá conhecer como funciona seu funil de conversão e entender o caminho que o visitante percorre até a conversão.

Para facilitar esse processe de análise, você pode utilizar nossa lista como guia:

  • Identificar as origens do tráfego, ou seja, onde as pessoas clicam para acessar sua página;
  • Saber onde as pessoas entram em seu site, que é a página de destino ou de entrada;
  • Entender com quais recursos os usuários se envolvem, ou seja, onde passam mais tempo e realizam mais interações;
  • Conhecer como é visualização da sua página em diversos dispositivos: mobile, tablet e desktop;
  • Identificar quais dispositivos e navegadores são mais usados pelo seu público;
  • Verificar em qual fase do seu funil de conversão os usuários abandonam o site, ou seja, em qual página ou atividade eles desistem de continuar;
  • Identificar a taxa de rejeição da sua página de conversão;
  • Realizar testes de experiência de usuário durante todo o processo de conversão. Assim você saberá exatamente o caminho que o visitante percorre e pode identificar falhas;
  • Fazer uma pesquisa perguntando aos clientes como é a experiência de compra e até mesmo pedindo sugestões;
  • Testar a velocidade da sua página nos dispositivos mobile e desktop.

A partir dessa análise, você será capaz de criar algumas hipóteses sobre o que está causando problemas na conversão ou mudar aquilo que pode ajudar nesse processo.

Esse processo de interpretação dos dados coletados é o que vai te ajudar a identificar oportunidades de otimização.

Quais ações podem ser realizadas para otimizar a taxa de conversão?

Depois de identificar os pontos de atrito e formar hipóteses, é hora de agir! Listamos algumas ações que podem ser realizadas para otimizar a conversão.

  • Buscar visitantes mais qualificados: se o público que está acessando sua página não tem interesse na oferta, dificilmente vai realizar a conversão;
  • Melhorar a velocidade de carregamento da página;
  • Aprimorar a experiência e usabilidade;
  • Fazer ajustes na redação e copywriting: é importante que os textos da página sejam claros, objetivos, atrativos e despertem o interesse do visitante para conversão;
  • Teste A/B: o teste consiste em alterar um elemento da página criando assim duas versões que serão exibidas aleatoriamente entre os visitantes. Assim, o resultado das versões pode ser comparado para eleger a melhor opção.

Mas lembre-se: cada mudança que você decidir realizar deve ser baseada em todo o estudo e análise que você fez e nas oportunidades que foram encontradas.

Quais elementos de uma página podem ser testados e otimizados?

Quando falamos em teste A/B, existem diversos elementos que podem ser alterados na sua versão alternativa da página:

  • Título da página;
  • Texto do CTA – chamada para ação;
  • Cor do formulário ou do botão;
  • Posicionamento do botão CTA;
  • Texto do botão;
  • Posicionamento dos demais elementos da página.

Esses são apenas exemplos do que pode ser testados em uma página. Além desses, existem outros fatores que influenciam, como a qualidade do seu conteúdo e até mesmo a qualificação dos visitantes.

Por outro lado, vale a pena ficar atento às boas práticas para realizar um bom teste A/B: o teste precisa ser executado por tempo suficiente para medir os resultados.

Além disso, é preciso escolher bem se os elementos testados têm um impacto significativo na taxa de conversão, e realizar testes aos poucos. Afinal, com muitas variáveis ficaria difícil interpretar o teste com precisão.

otimização da taxa de conversão na landing page

Por que investir em CRO? –  4 motivos para otimizar a taxa de conversão

Se você ainda não entendeu se realmente vale a pena investir em estratégias de otimização de conversão, listamos 4 motivos que vão te convencer a colocar isso em prática.

  1. Ao aplicar a otimização para conversão em uma página que você já tem, sem precisar criar landing pages novas = economiza tempo e recursos;
  2. Estratégias de CRO impactam outras métricas, afinal, com mais conversões você pode aumentar o ROI e diminuir o custo de aquisição de clientes (CAC);
  3. Proporciona uma experiência positiva com sua marca, pois você se propõe a analisar e aprimorar todo o caminho que um visitante percorre até a conversão;
  4. Investir em CRO aumenta os lucros, porque você direciona seus esforços em obter o melhor resultado possível de suas campanhas.

Agora que você já entendeu o que é CRO e como colocar em prática uma estratégica de otimização de conversão, prepare-se para dar o próximo passo. Descubra como a Eficaz pode oferecer uma solução de tecnologia e marketing para auxiliar sua empresa a cresce. Solicite o contato de um consultor e saiba mais!

Performance
Por: Redação Eficaz | Isadora Souza
Publicado em 18 de setembro de 2020

Marilia - SP

Av. Hygino Muzi Filho, 529

Sala 140 A

+55 (14) 2105-0087

contato@eficazconsultoria.net.br

Barueri - SP

Calçada das Margaridas,

51 - Alphaville Comercial

+55 (11) 3185-4804

contato@eficazconsultoria.net.br

Link para acessar a página ABCOM – selo que Associação Brasileira de Comércio Eletrônico
Ícone que mostra que somos empresa Microsoft Partner
whatsapp